Blog do Itamar

Leitor lembra a antiga ‘Noite de Ano’

Veja o que escreveu Alberto Góes sobre a antiga Noite de Ano em Afogados da Ingazeira:

“Oh tempo bom!! E tinha a boneca de João Guará, que pescava os peixinhos com os números e a gente marcava na “tabica”. Tinha o jogo do laça-laça, onde se jogavam as argolas para laçar as carteiras de cigarros com cédulas de dinheiro pregadas. Ali era difícil de laçar. O Pastoril na porta da Catedral e a hora mais esperada era quando Moacir Queiroz chegava com a dinheirama para o cordão encarnado e Seu Aderval Viana, da mesma forma, chegava com a vultosa quantia para o cordão azulado. Tinha ainda algodão-doce, rolete de cana e ainda as canoas de Miguel Jacó…

Quando o sino batia as 12 badaladas, as luzes eram cortadas e ficava um breu danado e a gente ficava com medo da “morte matada” traiçoeira para quem tinha as intrigas na cidade”. 

Facebook
Facebook
TWITTER
Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *