Blog do Itamar

Bradesco fechou 132 agências em 2018

O Bradesco fechou 132 agências bancárias no ano passado, reduzindo o ritmo de enxugamento da rede física vista nos anos anteriores. Ao final de dezembro, o banco somava 4.617 unidades, 35 a menos que o número de setembro.

Em conversa com a imprensa, em dezembro, o presidente do Bradesco, Octavio de Lazari, já havia antecipado que os ajustes de fechamento de agências já tinham sido concluídos e que atualmente o trabalho do banco é apenas de acompanhamento diário e mudanças pontuais.

Na ocasião, ele informou que a instituição fechou 457 agências em 2016, 200 no ano passado e encerraria 2018 com 150 unidades a menos.

Funcionários

O Bradesco somava 98.605 funcionários ao fim de dezembro, 446 a mais que o quadro de setembro, de 98.159 colaboradores. No acumulado de 2018, porém, o banco cortou mais de 200 pessoas.

Banco digital

O Bradesco mira triplicar o número de clientes em seu banco digital, o Next, batendo a marca de 1,5 milhões de contas ativas ao final deste ano. Em dezembro último, a instituição somava 500 mil ante 37,5 mil em janeiro do ano passado.

O Next foi lançado oficialmente em outubro de 2017. O Bradesco destaca que, ao final de novembro de 2018, o seu braço de banco digital atingiu 5 mil contas abertas por dia. No quarto trimestre, o Next somou 45 milhões de transações, volume 50% maior que o realizado no trimestre anterior.

O Bradesco informa ainda que mais que dobrou a oferta de crédito em seu canal mobile no ano passado. O número de correntistas digitais passou de 12,6 milhões para 14,1 milhões na pessoa física e de 1,1 milhão para 1,2 milhão na jurídica, totalizando 15,3 milhões de clientes com perfil digital. No total, o Bradesco soma 28,3 milhões de correntistas. Além disso, 78 mil novas contas foram abertas em 2018 via o aplicativo do banco.

Facebook
Facebook
TWITTER
Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *