Blog do Itamar

O comentário de Beto Góes sobre o poeta João Paraibano

“Um gênio, simplesmente, um gênio. O dom divino da poesia é para poucos e o dom do poeta repentista é para muito menos privilegiados. Construir poemas e versos com a métrica e a rima instantâneos, somados ao nexo cognitivo, à inteligência do que está sendo escrito, com palavras simples, linguagem acessível eram dotes do nosso poeta João Paraibano. Nas cantorias, fazendo parcerias com letrados dava pisa falando da natureza sertaneja, das estrelas, da lua, do mel da abelha, do sertanejo maltratado e sofrido e das primeiras chuvas, prenúncio da invernada. Era moderado degustador dum uisquinho que trazia entre um gole e outro muita prosa boa e poesia refinada. Foi bom ter a honra de conhecer João Paraibano”.

Facebook
Facebook
TWITTER
Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *