Blog do Itamar

COLUNA DO ITAMAR FRANÇA

COLUNA DO ITAMAR FRANÇA - Blog do Itamar

SE PASSANDO… – Na tentativa de atrair a adesão de Humberto Costa, ao seu projeto, a deputada federal Marília Arraes, soltou para a imprensa que gostaria de ter o senador como seu coordenador político nas eleições municipais deste ano, quando pretende concorrer à prefeitura do Recife. Mera ilusão, porque Humberto é um defensor nato da aliança com o Partido Socialista Brasileiro (PSB) que irá lançar oficialmente a pré-candidatura de João Campos. O fato de se apresentar bem nas pesquisas, não lhe dá o luxo de ser o nome indicado do partido para disputar o pleito, já que a cúpula da sigla não defende candidatura própria. Na verdade, Marília sabe que isso é mera invenção e fica querendo passar manteiga na venta de gato. Nadando contra a maré, a neta de Arraes está mais do que ciente de que é quase impossível essa candidatura e que o próprio Humberto será o principal mentor da inviabilização desse projeto.

*********************************

FALTA POSIÇÃO – E porque diabos essa mulher ainda está filiada ao Partido dos Trabalhadores? Fora do contexto do PT de Pernambuco, Marília insite em ser candidata pela legenda, quando goza de certa rejeição dentro do grupo. É um verdadeiro cururu de banheiro, sendo empurrada pra fora a todo tempo, mas sempre insistindo. Até parece ser acintosa essa forma da Marílai se colocar como pré-candidata de si mesma e ser barrada dos respectivos processos. Se quisesse mesmo disputar uma cargo majoritário, já deveria ter se desligado do PT. Oportunidade teve de sobra, não foi porque não quis. Então, o que fica na cabeça dos pernambucanos é que a maior culpada é a própria Marília que ao que parece não tem posição!

*********************************

DIFÍCIL MISSÃO – O deputado federal João Campos (PSB) terá uma difícil batalha pela frente: vencer a eleição municipal ainda no primeiro turno.  Independente quem seja o candidato da oposição que chegue ao segundo turno, o socialista enfrentará um grupo unido e com chances reais de suplantá-lo nas urnas, isso porque, a rejeição ao prefeito Geraldo Júlio (PSB) e ao governador Paulo Câmara contará muito no processo. Levantamentos técnicos mostram que a rejeição maior ao nome de João Campos está relacionada à falta de experiência administrativa. Respinga sobre o jovem, o desgaste político das principais lideranças políticas do PSB no estado: Geraldo e Paulo, que andam mal na fita. O nome de João pode até soar como uma renovação, mas não agrada muito o fato da oligarquia da família Campos e do poderio de uma família, quando o recifense tem a oportunidade de mudar o quadro, estirpando de vez o controle do Partido Socialista Brasileiro no maior colégio eleitoral do estado.

*********************************

DISPUTA OU NÃO DISPUTA? – O presidente estadual do Partido Verde (PV), Jorge Carreiro assumiu a prefeitura de Paulista terça-feira (21) em substituição ao prefeito Júnior Matuto (PSB), afastado do cargo após operações policiais que investigam esquemas de fraude e desvio de dinheiro. Jorge anunciou que irá fazer um levantamento detalhado da situação da gestão municipal para apresentar um relatório da realidade para a sociedade de Paulista. Alguns servidores foram exonerados pelo novo prefeito. Já os servidores da secretaria de Saúde foram poupados segundo ele para ajudar no combate à pandemia do novo coronavírus. Não se sabe se Carreiro colocará seu nome a disposição do povo de Paulista na disputa pela prefeitura.

*********************************

 EMBOLADA – A disputa pela Prefeitura de Belo Jardim, no Agreste Pernambucano está “embolada” entre três pré-candidatos: Isabelle Mendonça (PSB), Gilvandro Estrela (DEM) e Wilsinho (PTB), este último é o candidato da sucessão prefeito Hélio dos Terrenos que vem mal na fita. Isabelle deve ter hoje uma pequena frente sobre o pré-candidato de Mendoncinha, mas nada que lhe garanta a vitória, pois ainda falta quase quatro meses para a eleição que acontece no dia 15 de novembro. Não fosse a rejeição de Hélio, o vereador Wilsinho poderia está polariazando com Isabelle. Ainda assim, o petebista tem crescido nos últimos dias, chegando a enconstar em Gilvandro.  A pré-candidatura de Wilsinho representou no início, certa ameaça para Isabelle, isso porque poderia desidratá-la no processo, algo que aconteceu com menos intensidade. Se conseguir ultrapassar Gilvandro, Hélio dará toda carga no seu pré-candidato…

*********************************

VICE – Por falar nisso, como anda as articulações para as vices em Belo Jardim? Pelo menos até agora nenhum dos três pré-candidatos anunciou a composição da chapa. Para a vice de Gilvandro o que aparenta é que o nome de Maneco é o que deve soar mais na boca do povo; já no grupo de João Mendonça, o nome de Luís Carlos soa bem melhor que os demais apresentados. Para a vice de Wilsinho, o nome de Luís Carlos aparece como melhor opção e se acentua mais nos distritos como Serra do Vento e Xucuru. Também no grupo de Gilvandro, há informações que depois de Maneco, o nome de Luís Carlos desponta como melhor opção.

*********************************

VICE EM INAJÁ – Em Inajá, os três pré-candidatos a prefeitura ainda não escolheram seus candidatos a vice. o ex-vereador Marcelo de Alberto (PSD), Leonardo Martins (MDB) e Fernando Timóteo (PODEMOS) ainda estão se articulando nesse sentido. Nos bastidores se comenta que Marcelo de Alberto, nome da sucessão do prefeito Adilson Timóteo (AVANTE) deve compor chapa com um nome indicado pelo atual Chefe do Executivo, nesse caso, corre a boca mipuda o nome da ex-primeira dama, esposa do ex-prefeito Airon Timóteo. Já o ex-prefeito Leonardo Martins (MDB) conta com os nomes de Alencazinho, Gomes, Lafrank, Ermana e Aldeci Martins.

*********************************

RENON NA VICE DE ZÉ NEGÃO – Por falar em vice, o vereador José Edson Ferreira, Zé Negão, pré-candidato a prefeitura de Afogados da Ingazeira pelo PODEMOS deve anunciar nos próximos dias, o nome do ex-vereador Renildo José dos Santos, Renô de Ninô (PTB) na composição da chapa. Renô é o nome mais provável para a vice de Zé Negão. O petebista que já foi petista esteve vereador por dois mandatos, em um deles presidiu a Meresa Diretora da Câmara de Afogados. Em 2016, Renô deixou de lado a oposição e votou no prefeito José Patriota (PSB) que disputava a reeleição. Agora no palanque de Zé Negão buscará votos para sua coligação, a qual poderá ter sua esposa Adriana como candidata ao legislativo.

*********************************

ZÉ DE BIRA – A novela da política de Tabira no Sertão do Pajeú ganhou novo capítulo. É que no grupo de situação apareceu um novo nome na disputa pela vice do pré-candidato do PT Flávio Marques. O vereador Marcílio Pires anunciou que estará na discussão e se disse animado com os números de uma pesquisa realizada no município, na qual o militar se apresenta bem a frente dos outros dois postulantes. Se a definição da vice for dicidida pelo Palácio, Zé de Bira será o felizardo, isso porque há uma gratidão do partido pelo fato de o ex-vereadpor ter disputado as eleições municipais de 2016, colaborando bastante para a reeleição de Bastião que à épova estava mais desgastado que arroz de terceira. Para o palácio seia apenas um mero gesto.

*********************************

DEMORANDO… – O prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota (PSB) já devia ter anunciado o seu pré-candidato da sucessão municipal. O tardamento tem atrapalhado em cheio as articulações políticas do vice-prefeito Alessandro Palmeira (PSB) que de forma acanhada vem fazendo o trabalho de forma implicita para não desagradar o ex-prefeito Totonho Valadares (MDB) que também é postulante dentro do conjunto da chamada Frente Popular. A conciliação de Valadares com Coimbra acabou que engessando o processo. Já estamos praticamente em agosto e a largada já deveria ser dada. Mas como a Frente Popular sempre coloca o time em campo três meses antes do pleito, vamos aguardar o anúncio oficial de Palmeira.

*********************************

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *