Área de segurança em aeroporto para ministros do STF custa R$ 374,6 mil anuais

Crédito Nelson Jr_SCO_STFApós participarem ativamente do golpe que derrubou a presidente eleita Dilma Rousseff, os ministros do STF agora tentam se proteger de manifestações populares por meio de uma sala VIP no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília; iniciativa, implantada em julho do ano passado, tem um custo anual de cerca de R$ 374,6 mil.

247 – Sob a alegação de garantir proteção e segurança, o Supremo Tribunal Federal (STF) reservou, desde julho do ano passado, uma sala VIP no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília, para o embarque e desembarque dos ministros da Corte. A iniciativa tem um custo anual de cerca de R$ 374,6 mil.

Antes da área exclusiva, os ministros do STF ficavam em um lugar reservado e o contato com os demais passageiros acontecia somente no momento do embarque. Com a área VIP, porém, eles não necessitam mais se juntar aos demais passageiros nem mesmo no momento de entrar no avião.

De acordo um levantamento realizado pela ONG Contas Abertas, a pedido do jornal O Globo, somente neste ano o STF já gastou R$ 148 mil para manter a área VIP destinada aos ministros.

O STF informou que tentou conseguir, sem sucesso, credenciais de segurança para os ministro e que o contrato da antiga sala venceu, o que justificaria o novo contrato referente à área VIP.

“O contrato de aluguel na antiga sala do Terminal 1 estava encerrando na gestão da ministra Cármen Lúcia e o tribunal tentou manter as credenciais de acesso dos seguranças à área restrita do aeroporto sem a necessidade da sala, mas não conseguimos”, diz a nota do STF.

Brasil 247

RÁDIO WEB EM ATUALIZAÇÃO…

Damol
FVP
Restaurante O Matuto
Contato: (87) 99608-5966
"O SENHOR é meu pastor e nada me faltará"
Advertisement