Economia

Copa do Mundo deve movimentar R$ 252 milhões em bares e restaurantes

Resultado de imagem para Copa do Mundo deve movimentar R$ 252 milhões em bares e restaurantesCopa do Mundo deverá gerar um incremento de R$ 251,7 milhões no faturamento das atividades especializadas em serviços de alimentação, como bares e restaurantes.

A estimativa, divulgada hoje (15), é da Confederação Nacional do Comércio de BensServiços e Turismo (CNC). O aumento da clientela nos meses de junho e julho corresponderá a 3,3% do faturamento médio mensal normal.

Quase metade (48,6%) dos valores de faturamento esperados pelo setor de alimentação estão concentrados em São Paulo (R$ 82,1 milhões) e Rio de Janeiro (R$ 40,3 milhões). O Paraná aparece em seguida, com uma receita de R$ 33 milhões. Continue Lendo

Comércio espera crescimento de 5% em 2018

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) mantém a expectativa de crescimento do comércio varejista para 2018. A previsão, revisada após os dados de abril da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), do IBGE, aponta alta de 5,0% no varejo ampliado.

Segundo a análise da CNC, os impactos das manifestações de maio serão limitados ao terceiro bimestre e não devem comprometer a tendência de alta nas vendas. “Mesmo considerando os impactos negativos decorrentes da greve dos caminhoneiros e a paralização de linhas de produção durante alguns dias do mês de maio, os estoques das revendedoras não sofreram tão intensamente como outros ramos do varejo com a escassez de produtos”, afirmou Fabio Bentes, chefe da Divisão Econômica da Confederação.

Brasil registrará recorde na produção de café e de soja em 2018

Assim como a soja, a produção nacional de café deve ser recorde em 2018, segundo o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola, divulgado nesta terça-feira, 12, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A colheita esperada é de 3,4 milhões de toneladas, ou 57,1 milhões de sacas de 60 kg, um aumento de 3,2% em relação à estimativa de abril. O rendimento médio aumentou 3,3% em maio, em decorrência do clima favorável. Continue Lendo

Pegadinha’ do consignado faz cliente pagar mais parcelas

Com a inflação e a taxa básica de juros Selic em queda, a época é boa para quem quer reduzir os custos do financiamento. Especialmente para quem assumiu um crédito consignado nos últimos anos. O juro médio desse financiamento caiu 2,5 pontos porcentuais em 12 meses, chegando a 25,7% ao ano, segundo dados do Banco Central (BC) para abril, os mais recente disponíveis. Mas, se por um lado mudar de financiamento, tornando mais leve as prestações, pode dar um alívio no fluxo de caixa mensal, é preciso cuidado na hora da renegociação.

Economia do país piorou para 72%

Resultado de imagem para economia piorouA Pesquisa Datafolha publicada no site do jornal nesta segunda-feira (11) aponta que 72% dos entrevistados entendem que a situação econômica do país piorou nos últimos meses, ou seja: 7 em cada 10 brasileiros. Apenas 6% avaliaram que o quadro melhorou.

Na última pesquisa sobre o mesmo tema, em abril, 52% avaliaram que a economia havia se deteriorado.

Petrobras reduz 0,49% preço da gasolina

A Petrobras anunciou hoje (7) uma nova redução no preço da gasolina. A partir da amanhã, o combustível ficará 0,49% mais barato nas refinarias da estatal, passando a custar R$ 1,9521 o litro. Hoje, a gasolina está sendo negociada nas refinarias a R$ 1,9617.

Essa é a quarta queda consecutiva de preços anunciada pela empresa. Desde 2 de junho, quando o litro custava R$ 2,0113, o preço da gasolina já acumula uma redução de quase 6 centavos, ou seja, de 2,94%. Com informações da Agência Brasil.

Brasil começa a pagar hoje a conta da greve dos caminhoneiros

O Brasil começa a pagar hoje a conta pela política de preços da Petrobras, que resultou na maior greve de caminhoneiros da história, interrompendo por 10 dias o transporte de cargas e mercadorias no território nacional. Se em 3,4 milhões de menções pelo Twitter a greve dos caminhoneiros conquistou, ao longo da última semana, o centro do debate político do Brasil – segundo aponta Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getulio Vargas, só ficando atrás este ano do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a morte da vereadora Marielle Franco (Psol). Continue Lendo

Preços disparam nas bombas: gasolina sobe 5%; etanol, 9%; e diesel 2%

Resultado de imagem para bombas postos afogados da ingazeiraOs motoristas pagaram em dobro pelo desabastecimento dos combustíveis em razão da greve dos caminhoneiros. Se não bastasse o transtorno com o tanque vazio, os preços subiram depois que as revendas começaram a ser reabastecidas.

Houve remarcações nos preços da gasolina, do etanol e até do diesel no comércio varejista em vários estados brasileiros.

Gasolina custaria menos se Petrobras cobrasse valor pelo petróleo nacional

Resultado de imagem para petrobras combustiveisCerca de 80% do combustível consumido no Brasil é feito com petróleo nacional, enquanto só 20% são importados. Mas por que, então, os preços no país dispararam com a alta no mercado internacional, como se todo nosso petróleo fosse importado?

Se a Petrobras considerasse apenas os custos nacionais de produção, poderia vender gasolina e diesel por um preço bem abaixo do atual, segundo analistas. Ainda assim, a empresa conseguiria lucrar e não teria risco de quebrar.

Preços disparam nas bombas: gasolina sobe 5%; etanol, 9%; e diesel 2%

Os motoristas pagaram em dobro pelo desabastecimento dos combustíveis em razão da greve dos caminhoneiros. Se não bastasse o transtorno com o tanque vazio, os preços subiram depois que as revendas começaram a ser reabastecidas. Houve remarcações nos preços da gasolina, do etanol e até do diesel no comércio varejista em varios estados brasileiros.

Pernambuco perde 25% da produção de ovos e de aves devido à greve

Pernambuco_perdas_greve dos caminhoneirosPernambuco, maior produtor de aves de corte e de ovos do Nordeste, perdeu, em apenas uma semana de paralisação dos caminhoneiros, cerca de 25% da produção mensal de frangos abatidos e cerca de 70 milhões de ovos; na região do Vale do São Francisco, maior produtor nacional de mangas e de uvas de mesa, a perda da produção pode chegar a 80% caso a greve persista ao longo da semana.

O Estado de Pernambuco, maior produtor de aves de corte e de ovos do Nordeste, perdeu, em apenas uma semana de paralisação dos caminhoneiros, cerca de 25% da produção mensal de frangos abatidos e cerca de 70 milhões de ovos. O presidente da Associação dos Avicultores de Pernambuco (Avipe), Giuliano Malta, definiu a situação como sendo uma “calamidade total”. Continue Lendo

Greve e prejuízo ao país: R$ 10 bilhões em 5 dias

Resultado de imagem para greve prejuizo caminhoneirosOs bloqueios de caminhoneiros nas rodovias que paralisaram o escoamento da produção em todo o país já provocaram perdas de ao menos R$ 10,2 bilhões, conforme as primeiras estimativas de diferentes setores. O número, quase o dobro dos R$ 5 bilhões que o governo usará para cobrir a perda que a Petrobras terá por reduzir o preço do diesel e suspender os reajustes diários, vai crescer quando for possível mensurar os estragos com mais precisão. Continue Lendo

13 governadores se recusam a baixar ICMS

Resultado de imagem para icmsDepois de os governadores de Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Distrito Federal divulgarem um manifesto contra a redução de impostos para diminuir o preço do combustível, Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Sergipe e Minas Gerais também assinaram o documento, publica a Folha. Continue Lendo

Botijão de gás é vendido por até R$ 80 em Afogados

Resultado de imagem para botijão gasMesmo sem escassez, em meio ao protesto dos caminhoneiros, o gás de cozinha inflacionou em algumas cidades do interior de Pernambuco. Em Afogados da Ingazeira, há estabelecimentos cobrando R$ 80,00 o preço do botijão. Em outros pontos da cidade, o valor médio do preço do botijão de 13Kg é R$ 65.

Greve pode impactar recuperação econômica

A Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (ABIA) informou hoje à tarde (25) que toda a cadeia produtiva foi afetada pela greve dos caminhoneiros, que entrou hoje (25) no quinto dia de paralisação. O setor de laticínios, por exemplo, deixou de coletar 51 milhões de litros de leite por dia nas fazendas, e o produto vem sendo descartado. Continue Lendo

Lucro líquido da Caixa dispara para R$3,2 bi no primeiro trimestre

Imagem relacionadaCaixa Econômica Federal informou nesta quinta-feira que registrou lucro líquido de 3,2 bilhões de reais no primeiro trimestre, uma alta de 114,5 por cento em relação a igual período do ano passado. O banco estatal fechou março com uma carteira de crédito ampla de 700,2 bilhões de reais, queda de 2,1 por cento em 12 meses. O índice de inadimplência da Caixa chegou ao fim do período em 2,9 por cento, aumento de 0,07 ponto percentual sobre março do ano passado.

Brasil chega a 62,1 milhões de negativados

O volume de consumidores com contas em atraso e registrados em cadastros de inadimplentes acelerou pelo sexto mês seguido e cresceu 3,13% no último mês de março na comparação com o mesmo período do ano passado. Na comparação mensal, isto é, entre março e fevereiro deste ano, o crescimento foi mais modesto, com alta de 0,85%.

Em termos absolutos, aproximadamente 62,1 milhões de brasileiros encerraram o primeiro trimestre de 2018 com restrições no CPF para fazer compras a prazo ou obter empréstimos e financiamentos, por exemplo. Os dados foram apurados pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

O crescimento da inadimplência reflete o quadro de dificuldades econômicas que as famílias ainda enfrentam, apesar do fim da recessão, como aumento do desemprego e queda da renda. “Embora o número de inadimplentes tenha crescido neste primeiro trimestre, o ritmo de alta é menor do que o verificado em momentos mais agudos da crise financeira, pontuou o presidente da Empresa Brasileira de Cobranças, Fernando Alex.