Educação

Matemática é área mais preocupante para alunos da alfabetização, diz Janine

A Avaliação Nacional de Alfabetização (ANA) mostra que o maior problema das crianças do 3º ano do ensino fundamental é a matemática, área na qual 57% mostraram um nível inadequado de aprendizagem. “Em todas as faixas é preocupante, mas onde a preocupação é maior é na matemática”, disse ontem (17) à tarde o ministro da Educação, Renato Janine, na apresentação dos dados.
Para a avaliação de matemática, o MEC dividiu a aprendizagem em quatro níveis, sendo que o primeiro e o segundo são inadequados. “No primeiro, a criança tem apenas o conhecimento que traz de casa. No segundo, ela é capaz de fazer operações, mas muito simples. Nesse momento, se ele não ler vai ter dificuldades com a matemática, já que precisa ler os problemas para entendê-los”, informou o presidente do Instituto Anísio Teixeira, Francisco Soares.
De acordo com o ministro da Educação, o Brasil tem uma alfabetização “insuficiente”. No caso da área de leitura, 22% das crianças avaliadas mostraram aprendizagem inadequada. “Nesse nível, o aluno sequer lê uma palavra”, afirmou o ministro.

Fim da violência passa pela educação

[dropcap]E[/dropcap]mbora a maioria seja a favor da redução da maioridade penal, a pesquisa CNT aponta que o melhor caminho para redução da violência passa pela educação. Veja o que pensa o brasileiro sobre as medidas mais adequadas para reduzir violência: investimento em educação de crianças e adolescentes (68,3%), policiamento nas cidades (36,8%), redução da maioridade penal de 18 para 16 anos (34,9%), mais investigação dos crimes e prisão dos culpados (26,4%) e construção de presídios (10,6%).

PATRULHA COMUNITÁRIA DO 23º BPM REALIZA MAIS UM CICLO DE PALESTRAS

Exibindo Escola João Gomes dos Reis cópia.jpgNo desenvolvimento da principal atribuição da Polícia Militar, a “preservação da ordem pública, a patrulha comunitária da 1ª Companhia do 23º BPM, coordenada pelo Capitão Vieira e composta pelo Sargento Miguel e a Soldado Anita, ministrou a primeira série de palestras em igrejas e escolas de Afogados da Ingazeira e Carnaíba.Exibindo Monsenhor 1º A cópia.jpgOs temas “Drogas e Bullying” foram debatidos com três turmas da EREM Monsenhor de Pádua Santos. Já nas escolas municipais Letícia de Campos Góes e Geraldo Cipriano, bem como, com os catequisandos da Igreja Católica e as crianças da Igreja Batista Missionária, o tema abordado foi o “uso de drogas”. A série foi concluída com uma palestra sobre Bullying na escola estadual João Gomes dos Reis em Carnaíba.

Exibindo Escola Geraldo Cipriano cópia.jpgFoi o início de várias séries de palestras que seguirão com novas turmas e temas variados, sempre com a preocupação de estimular nos alunos o sentimento de responsabilidade que todo cidadão deve ter com a segurança pública e com a justiça social.

Vereador desce a macaca na organização dos Jogos Escolares


11206082_373865019479949_7791591761351225469_nEm sessão realizada na noite desta segunda-feira (15), na Câmara de Afogados da Ingazeira, o vereador Augusto Martins (PTB) fez duras críticas à edição dos jogos Escolares Fase Regional realizada no Centro Desportivo Municipal. Apesar de fazer parte da base governista na Casa Legislativa, o petebista não poupou críticas a falta de organização planejamento por parte da Gerencia Regional de Educação – GRE, coordenada pela professora Cecília Patriota. Para o parlamentar a desorganização culminou na eliminação do evento que já foi considerado um do maiores da região. Para Martins houve a uma vasta diminuição de público e falta de motivação dos atletas.

GRE do Alto Pajeú convida a população para abertura dos Jogos Escolares

 convite jogosA GRE convida a população em geral para participar da quadragésima edição dos jogos escolares, fase regional, sendo TERÇA, QUARTA e SEXTA (02, 03 e 05 de junho) nas modalidades Atletismo, Xadrez, Natação, Tênis de mesa, badminton, vôlei de areia e judô.

 A abertura oficial nas atividades acontecerá no dia 05/06/2015 às 18:00 h no centro desportivo Lúcio Luiz de Almeida. As modalidades coletivas (handebol, futsal, futebol, basquete e vôlei) acontecerão de 06 a 12 de junho.

Contamos com a sua participação. Agradece a GRE Sertão do Alto Pajeú

Professora volta a descer a macaca na gestão do governador Paulo Câmara

???????????????????????????????

Durante a manifestação realizada na manhã deste sábado (30), na Avenida Manoel Borba, cruzamento com a Rua Barão de Lucena, por alunos e professores da rede estadual, a professora Nadja Patrícia fez duras críticas à gestão do governador Paulo Câmara. Ao fazer uso do microfone do carro de som, Nadja afirmou que Câmara é capacho de empreiteiras e está faltando com a verdade. “O governador é mentiroso, capacho de empreiteira. Não podemos aceitar mais a propaganda mentirosa e o discurso cínico, mercenário, demagógico de valorização da educação de quem nunca pisou o chão da escola pública. Ele nunca precisou, seus filhos nunca precisaram, a escola pública está pedindo socorro”, completou.

Alunos e professores da rede estadual protestam na feira livre de Afogados

protesto hjUm grupo de alunos e professores da rede estadual protestaram na manhã deste sábado (30), no cruzamento da Rua Barão de Lucena com a Avenida Manoel Borba, centro de Afogados da Ingazeira. Os manifestantes aproveitaram a feira-livre para realizarem panfletagem e adesivagem no sinal. Faixas e cartazes foram expostas cobrando aumento de 13,01% nos salários de todos os quase 50 mil profissionais da categoria.

Professores protestam neste sábado em Afogados da Ingazeira

professoresProfessores da rede estadual, com adesão de estudantes e de funcionários públicos de outras áreas, farão uma passeata na manhã deste sábado (30), em Afogados da Ingazeira para protestar contra a política salaria do governador Paulo Câmara. Eles reivindicam o pagamento dos 13,01% e o Plano de Cargo e Carreira. O protesto será feito no sinal da Avenida Manoel Borba com a rua barão de Lucena.

Vigilantes de escolas estaduais da região reclamam atraso no pagamento

Vigilantes da empresa Mandacaru que atuam nas escolas técnicas do Estado, INSS, reclamam da demora no pagamento dos salários e do não pagamento do ticket alimentação. De acordo com um dos profissionais, a Gerência Regional de Educação – GRE tem conhecimento do atraso no pagamento, mas não toma nenhuma providência. “A gente fica triste em saber que a GRE sabe o que nós estamos passando, mas não se mobiliza para resolver o problema”.

Governo do Estado autoriza concurso para 3 mil professores

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), autorizou nesta quarta-feira (27) a realização de concurso público para a contratação de 3 mil professores da rede estadual de ensino. Essa ação representa a primeira fase para o processo seletivo e as provas devem ser realizadas ainda este ano.
A Secretaria de Educação do Estado informou que as vagas serão abertas, principalmente, para educadores das áreas de química, física, matemática e biologia. Os profissionais atuarão na rede de educação especial e profissionalizante.
O concurso deve ser realizado ainda em 2015 e o lançamento do edital deve acontecer nos próximos meses. A expectativa é que os professores comecem a trabalhar já no ano letivo de 2016. Os trâmites para a realização do concurso serão de responsabilidade das secretarias de Educação e Administração.

Professores no Brasil estão entre mais mal pagos em ranking internacional

piso professorO Brasil é o lanterninha em um ranking internacional que compara a eficiência dos sistemas educacionais de vários países, levando em conta parâmetros como os salários dos professores, as condições de trabalho na escola e o desempenho escolar dos alunos.

O estudo internacional foi elaborado pela consultoria Gems Education Solutions usando dados dos mais de 30 países da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e alguns emergentes, como o Brasil. Nele, o país aparece como um dos últimos em termos de salário pago aos professores, por exemplo.

O valor que os educadores brasileiros recebem (US$ 14,8 mil por ano, calculado por uma média de 15 anos e usando o critério de paridade de poder de compra) fica imediatamente abaixo do valor pago na Turquia e no Chile, e acima apenas de Hungria e Indonésia. Os salários mais altos são na Suíça (US$ 68,8 mil) e na Holanda (US$ 57,8 mil).

Os professores brasileiros também são responsáveis por mais estudantes na sala de aula: 32 alunos, em média, para cada orientador, comparado com 27 no segundo lugar, o Chile, e menos de 8 em Portugal.

Professor critica governador Paulo Câmara, diz que Estado dividiu classe, implantou terceirização e calou mídia

DSCF0374O ex-gestor Regional de Educação, professor Elias Mariano, disse sexta-feira,17, durante protesto em Afogados da Ingazeira que o governador Paulo Câmara (PSB) está agindo de forma arbitrária e ditatorial, ignorando a greve dos profissionais da Educação no Estado, agindo para desmontar o movimento grevista com expedientes autoritários.

“Ele está impedindo que a greve seja decretada a sua ilegalidade, a justiça teve agilidade para atender a solicitação do governador, eu espero que a justiça tenha a mesma agilidade para responder ao Mandado e Segurança impetrado pelo deputado do Psol Edilson Silva”.

Elias Mariano alerta que é preciso que o governador Paulo Câmara busque uma solução para a greve por meio do diálogo e para resolver o grande prejuízo que é os estudantes fora da sala de aula. Segundo o professor, o Estado de Pernambuco  NÃO tem dinheiro para reajustar o salário dos professores, mas TEM em quantidade para pagar cargos comissionados, criados para acomodar ex-prefeitos e políticos de todas as regiões.

“Não tem dinheiro para os professores, mas onde se arruma tanto para os cargos comissionados, o Diário Oficial publicou a contratação de ex-prefeitos da região, tem dinheiro para ex-prefeitos e ex-deputados, mas não tem salário para cumprir a Lei do Piso dos nossos professores, é uma vergonha a gente assistir esse descaso na educação”, disse. Para o professor Elias Mariano, a educação de Pernambuco há muito já foi TERCEIRIZADA, tendo o último concurso público sendo realizado em 2008.

“São sete anos sem que haja um concurso para professores do Estado de Pernambuco, então isso já demonstra e comprova que a educação em Pernambuco está terceirizada, o governo quer macular, mascarar de vários meios de comunicação, infelizmente a grande maioria da mídia hoje é capacho, a serviço dos governantes e mandatários porque nossa greve quase não tem espaço, mas qualquer posição que o governo toma contra ela, são estampados em manchetes de jornais”, desabafou.

O professor falou ainda que a gestão anterior criou três redes de ensino no estado: a Escola Regular, a Escola Integral, a Semi-Integral e a Escola Técnica, no intuito de simplesmente dividir a classe dos professores. “Colegas professores e alunos, estão ameaçando com demissão os professores contratados e com transferência os professores de tempo integral, avante colegas, aquele que não tem condições de reivindicar e de lutar pelos seus direitos não merece esses direitos”, finalizou Elias.

A GREVE DOS PROFESSORES CONTINUA!

Greve3Decisão ocorreu durante assembleia geral da categoria, realizada nesta sexta-feira (17). Após encontro, comissão formada por educadores e alunos foi recebida pelo vice-governador do estado, que se comprometeu em encaminhar deliberações ao governador Paulo Câmara.

“Ei, Paulo, pague o professor”. O grito entoado por dezenas de estudantes da rede estadual de ensino, no Teatro Guararapes, em Olinda, nesta sexta-feira (17) já dava o tom de como seria a 5ª assembleia geral dos trabalhadores em educação de Pernambuco. Aproximadamente 2,5 mil profissionais participaram do encontro que votou pela continuidade da greve. O movimento paredista foi deflagrado na última sexta-feira (10), durante assembleia geral da categoria. Mesmo após sofrer ameaças do governo estadual e da justiça, os trabalhadores decidiram seguir fortes na mobilização.

A assembleia desta sexta-feira contou ainda com a presença massiva de estudantes ligados ao movimento estudantil. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco, Fernando Melo, apresentou um balanço das ações deliberadas no último encontro, tal como as atividades realizadas durante esta semana e a inserção de comerciais explicando os motivos da greve em emissoras de rádio e TV. Todos os pontos foram cumpridos. O encontro também serviu para o pronunciamento de líderes sindicais que apoiam o movimento.

Professores de Afogados vão às ruas em protesto contra o governo

Nadja PatríciaProfessores e servidores do Estado organizaram um protesto e marcharam pelas ruas de Afogados da Ingazeira, na manhã desta quinta-feira, 16. A manifestação foi em favor da luta justa pelo reajuste de 13,01% para todos os professores, por Concurso Público, contra a Terceirização e melhores condições de Trabalho. Os professores se reuniram na Praça Monsenhor Alfredo de Arruda Câmara logo pela manhã.servidores prfessoresDe lá, seguiram em passeata até o prédio da Gerência Regional de Educação – GRE, localizado na Rua Artur Padilha. Na ocasião, professores e alunos reivindicaram contra o governo, pedindo a implantação do Piso Salarial Nacional para toda categoria, além de outras melhorias. Para a professora Nadja Patrícia, o governador Paulo Câmara prometeu dá o aumento de 100% a classe e se negou a conceder o reajuste de 13,01%.Nadja e professores“Esse é o jeito de governar do ditador Paulo Câmara, que prometeu 100% no reajuste dos professores e negou 13,01%, rasgou o plano de cargos e carreira, pode cortar nosso ponto governador, mas não vai cortar nossa dignidade de luta, os professores não são covardes, o problema é que as pessoas se calam diante do errado, eles têm vergonha de protestar, deveriam ter vergonha de ficarem acomodadas, como se aplaudissem os erros dos políticos,”.fala nadjaO protesto contou ainda com a participação de representantes do SISMAP – Sindicato Intermunicipal dos Servidores Municipais do Alto Pajeú. Na afirmativa de que através das lutas vêm às conquistas, o presidente da entidade, José Barbosa da Silva, disse que é necessário que outros protestos dessa natureza sejam promovidos. “Estaremos sempre apoiando essas lutas, entendemos que o esforço para reprimir as organizações sociais é grande, porém sabemos que só através das lutas é que se conquista”, finalizou Barbosa.barbosaaa

Professores deflagram greve com passeata em Afogados da Ingazeira

Nós, professores da rede estadual em greve, não podemos silenciar diante da tentativa de destruição do Plano de Cargos e Carreiras. Os professores em greve realizam um ato público aqui em Afogados da Ingazeira, amanhã, quinta-feira (16/04), às 7h30 passeata pelas principais ruas da cidade até a Gerência Regional de Educação com concentração em frente à igreja matriz, na Praça Monsenhor Alfredo de Arruda Câmara. Todos de branco. Greve também é aula. Aula de Cidadania, de Direitos Humanos, Consciência Crítica, História. Convidamos todos os companheiros professores de Afogados e de todo o Pajeú. Nossos alunos, pais, familiares e toda a população de Afogados da Ingazeira que está solidária com nossa luta e está do nosso lado por uma valorização salarial, por condições mais justas de trabalho, por uma educação pública de qualidade e mais seriedade dos governantes na gestão do dinheiro público, dizendo não a terceirização, por concursos públicos e não terceirização travestida de seleção temporária para educadores, participem conosco dessa caminhada… Desde já agradecemos a todos e vamos à luta, sem temer!!!

Diante da omissão dos que se calam, professoras parabenizam coragem e determinação de Nadja Patrícia

Mulheres em Luta“Gostaria de parabenizar ao Blog na pessoa de Itamar França pela coragem em denunciar esses fatos tão verídicos na nossa realidade e a professora Nadja Patrícia que realmente está sendo muito corajosa e determinada por está sendo destaque em meio a muitos educadores que vivem a mesma realidade, mas que se calam e que não entram nessa luta tão necessária para todos. Parabéns professora, suas palavras têm uma força muito grande e dizem alto, de forma gritante o que há muito tempo estamos passando. Faço minhas cada uma das sílabas das suas eloquentes palavras”.

Professora Maria Rita Dias

“A professora Nadja está levantando uma bandeira comum a todos que partilham as mesmas ideias; de que o país está sim em período de ditadura e quer a todo custo tirar o pouco que resta ao trabalhador, a dignidade. Todavia muito me ofende nós educadores, formadores de opinião, “intelectuais” nos calarmos com o silencio do medo. É preciso darmos as mãos, juntos de mãos dadas, como bem disse Drummond, combatermos contra a guilhotina política, contra a política fajuta do pão e circo”.

Aparecida Rodrigues

Nadja Patrícia: “A terceirização já está acontecendo aqui faz tempo”

“Infelizmente os deputados federais sepultaram esse direito… A terceirização é mais uma moeda de votos… A terceirização já está acontecendo aqui faz tempo… Já é uma realidade nossa… Agora será uma época dura para os trabalhadores em busca de direitos antes já conquistados com muita dor e sangue. O povo usa a tal “inteligência emocional” para receber os favorezinhos e não passar aperto… O povo tem medo do chicote da perseguição… Porque o açoite é pra qualquer um que não obedece ao rei”.  Nadja Patrícia, professora afogadense.