Saúde

Para alívio dos homens, impotência sexual raramente não tem solução

inseguras-muitas-mulheres-confundem-desempenho-com-paixao-e-acabam-piorando-o-problema-1330460085638_615x300Seja de origem psicológica ou orgânica, a impotência sexual é um dos principais temores dos homens, problema que acaba afetando outras esferas da vida –carreira, família, finanças. Para o homem, a ereção é a maior prova da virilidade e masculinidade, por isso, o abala tanto. Hoje, no entanto, existe solução para a maioria dos casos.

A definição de disfunção erétil é a incapacidade de obter ou manter uma ereção com rigidez peniana suficiente para uma atividade sexual satisfatória. Segundo Celso Dantas, membro da SBU (Sociedade Brasileira de Urologia) e coordenador da equipe de Urologia do Hospital Badim, no Rio de Janeiro (RJ), o problema pode ter diversas causas, como fatores vasculares, neurológicos e endócrinos.

“O uso de anti-hipertensivos, diuréticos e drogas que atuam no sistema nervoso central, como os antidepressivos, antipsicóticos e anticonvulsivantes, além das usadas para dislipidemias [alterações nos níveis de colesterol], também podem levar à perda de ereção”.

Curso de Medicina na Paraíba está entre os piores do Brasil segundo MEC

O Ministério da Educação (MEC) publicou hoje as notas do ciclo de avaliação 2013 de cursos superiores na área de saúde. Os resultados estão disponíveis no Diário Oficial da União desta quinta-feira dia 18.
Saíram os resultados do CPC (Conceito Preliminar de Curso), que avalia os cursos, e os índices IGC (Índice Geral de Curso) que classificam as instituições de ensino.

Na avaliação de 154 cursos de medicina, 27 foram considerados insatisfatórios porque obtiveram CPC nível 2, em uma escala que vai de 1 a 5. O desempenho no CPC engloba a nota do curso no Enade, a infraestrutura das instituições de ensino, a titulação dos professores, entre outros itens.

Cinco cursos de medicina em universidades federais estão entre os insatisfatórios: Universidade Federal de São João Del-Rei (UFSJ), Universidade Federal do Pará (UFPA), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).

Estudo revela a dose mínima de atividade física para proteger o coração

coracao-pulsaPraticar exercício físico duas ou três vezes por semana é suficiente para reduzir em 20% o risco de infarto e derrame em mulheres na meia-idade. A conclusão é de uma pesquisa da Universidade de Oxford, na Inglaterra, publicada nesta segunda-feira no periódico Circulation.

Os cientistas analisaram dados de mais de 1 milhão de mulheres com idade média de 56 anos. Nenhuma participante tinha histórico de câncer, doenças do coração, derrame e diabetes. Aquelas que faziam duas ou três vezes por semana alguma atividade intensa o suficiente para suar ou acelerar os batimentos cardíacos colhiam benefícios para a saúde cardiovascular. Os pesquisadores contaram como exercícios não apenas modalidades praticadas na academia, mas também jardinagem e caminhada. Não foram encontradas evidências de que exercitar-se mais de três vezes por semana reduz ainda mais os riscos de infarto e AVC.

“Para prevenir doenças do coração e derrame, as mulheres não precisam se exercitar muitas vezes por semana. A alta frequência de atividade física oferece pouco benefício adicional à saúde, se comparada à frequência moderada”, afirma Miranda Armstrong, professora da Universidade de Oxford e coautora do estudo.

Misturar álcool e energético pode causar infarto

alcoolenergetico (1)Muito utilizada por jovens que desejam ter mais energia para curtir uma noitada, a mistura de bebida alcoólica e energético pode trazer muitos riscos à saúde. O energético disfarça o sabor do álcool e estimula o maior consumo da bebida, enquanto aumenta a frequência cardíaca e expõe o usuário à morte súbita.

De acordo com o cardiologista Fernando Luiz Dall’Oglio, a combinação é permitida em pequena quantidade, pois os riscos estão no abuso. Energéticos contêm substâncias estimulantes em sua composição, como cafeína e taurina, que aceleram os batimentos cardíacos. “Esse aceleramento das batidas do coração pode ser o gatilho de algumas arritmias que em algumas situações pode levar à morte súbita”, explica.

O simples fato de acelerar o coração pode levar a um infarto, o mesmo acontece com o consumo abusivo do álcool. “O uso crônico de álcool desencadeia com o tempo insuficiência cardíaca, além de outras complicações como cirrose, pancreatite e dependência”, alerta.

Morador da Rua Augusto Cerquinha reclama de esgoto a céu aberto

unnamed“Itamar, sou morador da rua Augusto Cerquinha que fica no centro de Afogados da Ingazeira e hoje pela manhã me deparei com um esgoto estourado na rua. O esgoto está escorrendo e causando muito mal cheiro por toda a via, espero que as autoridades responsáveis tomem providência, pois os moradores não aguentam mais o mal cheiro provocado pelo esgoto. Estou lhe enviando as imagens para que você como principal blogueiro da região tome conhecimento do que ocorre na cidade”. Até,  Arnaldo Junior.

Cochilos podem diminuir efeitos de noites mal dormidas sobre a saúde

sono-250x243Sabe aquela soneca revigorante no meio da tarde? Ela pode ajudar a aliviar o estresse e fortalecer o sistema imunológico. É o que mostra uma pesquisa feita com homens que dormiram apenas duas horas na noite anterior, publicada no “Endocrine Society´s Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism”.

Reconhecido como um problema de saúde pública, o sono insuficiente pode contribuir para a redução da produtividade, além de causar acidentes de trabalho e no trânsito. Além disso, pessoas que dormem muito pouco são mais propensas a desenvolver doenças crônicas, como obesidade, diabetes, pressão alta e depressão.

Um levantamento recente mostrou que quase três em cada dez adultos americanos relataram dormir uma média de seis horas ou menos por noite. “Nossos dados sugerem que um cochilo de meia hora pode reverter o impacto hormonal de uma noite de sono ruim”,disse um dos autores do estudo, Brice Faraut, da Université Paris Descartes-Sorbonneé. – Este é o primeiro estudo a considerar como um cochilo pode restaurar o sistema imunológico.

Mortes por câncer serão eliminadas até 2050, acreditam cientistas

cancer [dropcap]D[/dropcap]aqui 35 anos será difícil ouvir que alguém morreu de câncer. Cientistas acreditam que a doença pode acabar – ou pelo menos, diminuir bastante – até o meio do século. Segundo uma pesquisa, realizada através da Universidade de Londres, em 2050 o câncer será totalmente evitável, principalmente pela mudança de hábitos da população e do avanço tecnológico da medicina.

14 milhões de pessoas são diagnosticadas com câncer a cada ano. 8 milhões não resistem a doença. Até 2030, o número crescerá de forma assustadora para 26 milhões de diagnósticos e 17 milhões de morte – aumento por conta de países emergentes e populosos, como a China. No entanto, no Reino Unido, a redução de mortes por câncer será de 40%.

Segundo o estudo, se o investimento em novos medicamentos for mantido durante as próximas décadas, a combinação de novos tratamentos com uma vida mais saudável poderá habilitar pessoas com câncer a viverem mais e de forma mais satisfatória. E isso pode até culminar na cura do câncer.

Quanto mais rico, mais anos de vida, diz estudo

homem_ricoDinheiro não traz felicidade, mas pelo menos te compra tempo para encontrá-la: a expectativa de vida dos mais ricos está crescendo muito mais rápido que a dos mais pobres. A conclusão é de um estudo dos economistas Barry P. Bosworth e Kathleen Burke para o Brooking Institution publicado no ano passado.

“Para os homens, os ganhos são de cerca de dois anos para indivíduos no primeiro decil (os 10% mais pobres) e seis anos para aqueles no topo da distribuição (os 10% mais ricos). Em contraste, a expectativa de vida está caindo para as mulheres nos degraus mais baixos e aumentando em 2-3 anos para aquelas no topo da distribuição”, escrevem eles.

A dupla utilizou um banco de dados da Universidade de Michigan que reuné informações sobre saúde e estado socioeconômico de 26 mil pessoas ao longo de praticamente um século, com entrevistas a cada dois anos. A vantagem desse método é que ao acompanhar as mudanças na vida dos mesmos indivíduos, ele consegue documentar as mudanças nas trajetórias de vida no momento em que elas acontecem.

Caravana da Fundação Altino Ventura realizará cirurgias em Flores

Ônibu_FAV1Serão seis dias de atendimento médico-cirúrgico

 A partir desta segunda-feira (9), médicos-oculistas da Fundação Altino Ventura, farão as cirurgias de catarata dos pacientes que se submeteram as triagens, realizadas em novembro do ano passado. Naquela ocasião, passaram por exames quase 500 pacientes que destes, 80 foram encaminhados para as cirurgias. Outro número foi encaminhado ao Recife, por apresentarem mais complexidade no tratamento.

 O ônibus cirúrgico da caravana da Fundação Alitino Ventura, que já se encontra nas dependências do Hospital de Flores, ficará seis dias no município, no período de 9 a 14 de fevereiro, e atenderá os oitenta pacientes pré-selecionados, com cirurgias oculares.

Para a secretária de Saúde de Flores, Dr.ª Valéria Medeiros, “Esta é uma ação de extrema importância para os florenses. São cirurgias que saneiam problemas oculares de muita gente, e nós fazemos questão de manter sempre este convênio com a Fundação Altino Ventura.”

Brasil estima 576 mil novos casos de câncer em 2015

cancer-de-pulmaoO câncer é um conjunto de doenças que se desenvolvem de maneira desordenada no organismo, causa tumores nos órgãos do corpo e pode levar a morte. No Brasil, a estimativa para o ano de 2015 é de aproximadamente 576 mil casos novos de câncer em homens e mulheres. Para controlar a doença, o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece tratamentos como cirurgias, quimioterapia e radioterapia para a população.

Cardiologistas alertam para perigo da mistura de álcool com energético

enerA mistura de bebidas alcoólicas com energéticos pode acarretar perigos para os usuários e atrapalhar o carnaval de muita gente, alerta o vice-presidente da Sociedade de Cardiologia do Estado do Rio de Janeiro (Socerj), Ricardo Mourilhe. Segundo ele, os energéticos são ricos em cafeína e taurina, que são “potentes estimulantes – assim como o álcool -, e podem induzir ao aumento da pressão arterial, à arritmia”.

Uma doença cardíaca preexistente pode ser agravada e, se o usuário tem uma doença incipiente, ainda não manifestada, ela pode ser potencializada por causa do uso dessas substâncias, disse Mourilhe.

O cardiologista alertou que, se o consumidor tem pressão arterial já elevada e toma estimulante misturado com álcool, a pressão sobe mais ainda, e isso pode levar a um acidente vascular cerebral (AVC).

Pessoas de qualquer idade estão sujeitas a esses perigos, mas, nos jovens, o risco da combinação álcool e energético é maior, explicou o cardiologista. “O jovem, em geral, faz uso dessas substâncias em quantidade muito maior. Se ele tem, por exemplo, a doença não diagnosticada, não conhecida, o risco acaba sendo maior por esse motivo. Normalmente, a pessoa mais velha tende a se cuidar mais e se policia.” O jovem, ao contrário, mesmo que tenha algum problema, costuma relaxar mais e ignorar os perigos, acrescentou.

Sertânia: sem ambulância, paciente é transportado em carroceria de caminhonete

sertânia pacienteUma cena forte e lamentável chocou as pessoas que circulavam no centro da cidade de Sertânia no final da tarde desta quinta-feira, 05. Por falta de uma ambulância no hospital da cidade, um paciente foi transportado em uma maca na carroceria de uma caminhonete.

As fotos que comprovam a triste realidade do sistema de saúde de Sertânia foram feitas e enviadas pelo vereador Fabiano de Zé do Ônibus (fotos da frente do hospital), e por outro cidadão, que nos enviou uma foto do veículo na frente da Clinica Nossa Senhora do Carmo, para onde, segundo informações de testemunhas, o paciente foi levado para realizar um Raio-X, exame não oferecido pela prefeitura, e depois encaminhado novamente ao hospital.

Não basta a boa vontade, o esforço e o desejo de oferecer um bom atendimento por parte dos funcionários do hospital. Para a realização de um bom trabalho, é preciso condições de trabalho para os profissionais da saúde.

A dureza das fotos já diz tudo, e a cena, faz lembrar regiões que estão em guerra.

Por: Tácio Henrique

Lula diz que ficou mais ‘maduro’ e ‘humano’ após cura do câncer

lula-voltaEm mensagem postada nesta quarta-feira (4), Dia Mundial Contra o Câncer, em sua página no Facebook, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que prefere “falar de saúde a falar de doença”, mas que espera poder ajudar quem enfrenta tratamento semelhante ao que ele já foi submetido. “Posso dizer que virei um homem mais maduro, com mais sensibilidade e, principalmente, mais humano. Uma coisa que eu aprendi com o câncer é que o paciente é muito importante no tratamento, que ele tem que ter muita disciplina. Nunca vai ser fácil, mas o paciente tem de saber que o resultado dessa disciplina será a continuação da vida”, finalizou Lula.

Câncer de pulmão é mais letal em mulheres de países ricos

pulmO câncer de pulmão é agora a principal causa de morte por câncer nas mulheres de países desenvolvidos, superando o de mama, que ocupou esta posição durante muito tempo, anunciaram cientistas nesta quarta-feira (4).

O novo estudo foi conduzido por pesquisadores da American Cancer Society, em colaboração com a francesa Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer (AIRC, na sigla em francês).

Os cientistas destacaram que esta mudança reflete uma tendência crescente no consumo de tabaco entre as mulheres, que ocorreu mais tardiamente em comparação com os homens. O câncer de pulmão é, há várias décadas, a principal causa de morte por câncer nos homens, tanto em países desenvolvidos quanto naqueles em desenvolvimento.

Nos países em desenvolvimento, o câncer de mama se mantém como a principal causa de morte entre as mulheres.

Os resultados do estudo foram publicados na terceira edição das Estatísticas Mundiais sobre o Câncer, CA.

MORADORES FICAM EM FILA DURANTE TARDE, NOITE E MANHÃ DO DIA SEGUNTE PARA CONSEGUIR FICHA NO PSF DO BAIRRO SÃO FRANCISCO

PSF SÃO FRANCISCOMoradores do bairro São Francisco, em Afogados da Ingazeira dormem nas filas, em busca de agendamentos para consultas com especialistas, no Posto de Saúde. No final da tarde deste domingo (01) nossa equipe de reportagem recebeu uma denúncia, que no PSF do referido bairro havia uma grande concentração de pessoas em uma fila.

Nos deslocamos até o local e constamos que, várias pessoas estavam na porta do PSF desde meio dia, em busca de uma senha para passar pelo médico (a), mas as fichas só seriam entregues na segunda-feira (02) por volta das 07 horas. O Secretário Municipal de Saúde de Afogados da Ingazeira, Artur Belarmino havia garantido acabar com as filas de espera nos PSFs, mas ao que parece a coisa não foi resolvida. 

Cheirar “peido” pode prevenir câncer, ataque cardíaco e demência

peidoUm grupo de cientistas da Universidade de Exeter, no Reio Unido, divulgou esta semana a informação de que cheirar “peido” pode prevenir uma série de doenças, como o câncer.

Embora esses gases possam ser nocivos quando inalados em grandes quantidades, os pesquisadores acreditam que uma cheirada aqui e outra ali tem o poder de reduzir os riscos de câncer, acidentes vasculares cerebrais, ataques cardíacos, artrite e demência.

Os cientistas estão tão convencidos que decidiram criar em laboratório seu próprio composto capaz de imitar os benefícios do pum. “O sulfeto de hidrogênio, produzido enquanto as bactérias da comida se decompõem no corpo, pode resultar em futuras terapias para uma variedade de doenças “, disse o doutor Mark Wood em um comunicado da universidade.

Campanha mostrará que uma vida saudável pode combater o câncer

Plano-de-três-pontos-ajuda-a-adotar-uma-alimentação-saudávelA partir de hoje (28), a Fundação do Câncer desenvolve no Brasil campanha mundial com alertas que podem ajudar a combater um terço dos casos da doença. O movimento, que vai ocorrer nas redes sociais, tem como tema “Está ao nosso alcance”. Ele precede o Dia Mundial de Combate ao Câncer, lembrado em 4 de fevereiro. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer, 576 mil brasileiros descobriram estar com a doença em 2015.

Vixe! Artigo diz que tomar banho uma vez a cada três dias é o ideal

banhoDurante o verão, as altar temperaturas nos faz ter que tomar uma série de banhos para conseguirmos nos sentir confortáveis. Apesar da crise hídrica, não resta muita opção quando não se tem um ar-condicionado sempre por perto. Mas, nas outras épocas do ano, tomar banho constantemente não é algo muito diferente. O brasileiro adquiriu o hábito de tomar ao menos um banho por dia, coisa que nem sempre é feita em alguns países, mesmo os mais desenvolvidos.

Mas você já se perguntou se realmente é necessário tomar banho todos os dias? Segundo o artigo de Rachel Wilkerson Miller, do BuzzFeed, alguns especialistas afirmam que não precisamos tomar banhos com tanta frequência como somos acostumados. Médicos dermatologistas explicaram que devemos tomar banhos de dois a cada três dias, reduzindo assim problemas na pele e possíveis doenças. A autora falou com dois dermatologistas sobre o assunto, e eles explicaram um pouco mais sobre o assunto.

Dados do governo mostram 31 mil novos casos de hanseníase no país

hanseniase-250x169Os estados do Mato Grosso, Pará, Maranhão, Tocantins, de Rondônia e Goiás são os que concentram áreas de maior risco para a transmissão da hanseníase de acordo com dados divulgados hoje (21), pelo Ministério da Saúde. Em 2013, ocorreram 31.044 novos casos da doença, no país. Entre menores de 15 anos, o coeficiente foi cinco casos para cada 100 mil habitantes. A medição, neste caso, é considerada estratégica porque uma criança doente sinaliza que há um adulto não tratado transmitindo hanseníase.

Dados preliminares de 2014 indicam que a taxa de detecção da doença no país foi 12,14 para cada 100 mil habitantes, o que corresponde a 24.612 novos casos no Brasil. Na população menor de 15 anos, foram identificados 1.793 novos casos. Ao todo, 31.568 pacientes estavam em tratamento no mesmo período. O ministro da Saúde, Arthur Chioro, avaliou como um desafio permanente lidar com as chamadas doenças negligenciadas, que incluem a hanseníase e que, muitas vezes, estão vinculadas a padrões de pobreza.

Uso frequente de enxaguante bucal com álcool pode causar câncer de boca

enxaguanteUsar enxaguante bucal pode parece um excesso de higiene inofensivo, mas não é. Estudos associam o uso frequente e a longo prazo dos antissépticos bucais com o aumento da incidência do câncer de boca. É sabido, atualmente, que o consumo de bebida alcoólica é um dos fatores de risco para desenvolver a doença, mas, para isso, a pessoa deve beber com frequência. Como os enxaguantes bucais com álcool contêm uma porcentagem etílica alta, o risco pode ser equiparado com aquele de quem bebe todos os dias.

O oncologista e diretor do núcleo de cabeça e pescoço do Hospital A.C. Camargo Cancer Center, Luiz Paulo Kowalski, conta que quem usa diariamente e por um extenso período esse tipo de enxaguante bucal tem um aumento de três a quatro vezes da chance de desenvolver câncer. “Ao menos há uns 50 anos se atribui ao álcool e tabaco os riscos do câncer de boca”.