Coluna do Itamar França

O PREÇO DA LÍNGUA

Resultado de imagem para bolsonaro linguaO deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) foi condenado pela Justiça Federal do Rio de Janeiro a pagar R$ 50 mil a comunidades quilombolas e à população negra por danos morais. Os recursos devem ser revertidos para o Fundo Federal de Defesa dos Direitos Difusos. A sentença é resultado de uma ação ajuizada pelo Ministério Público Federal (MPF), que processou o deputado por discriminação com base em declarações feitas durante discurso no Clube Hebraica, no Rio, em 3 de abril deste ano. Na ocasião, afirmou que visitou uma comunidade quilombola e “o afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas” e que “nem para procriador ele serve mais”. Na verdade, o polêmico deputado foi longe demais!

AUSÊNCIA DE RESPOSTA

Resultado de imagem para sem respostaIsso é o que dar uma Câmara sem oposição. Sem querer se manifestar, vereadores de Afogados da Ingazeira vêm sentindo na pele a pouca atenção que, segundo eles, o Executivo vem demonstrando em relação a resposta de requerimentos, indicações e projetos enviados ao Chefe do executivo. Sem um líder na Casa, os parlamentares reclamam da falta de informações e muitas vezes acabam tendo seus papéis confundidos pelos eleitores, que cobram dos vereadores soluções que são responsabilidade do Executivo. Sem uma fiscalização mais rígida ao Executivo e sem nenhum poder sobre maquinário, ou projeto de lei que estabeleça gastos do Executivo, os vereadores sofrem calados e de mãos atadas. Falta coragem, atitude e a formalização na prática, da chamada independência dos poderes.

MELHORES DO ANO: SUCESSO EM IGUARACI

Foi realizada com sucesso, segunda-feira (02/10), na cidade de Iguaraci, a I edição do Prêmio Personalidade. O evento promovido pelo Jornal O Binóculo e blog do Itamar levou um bom número de iguaracienses a Câmara Municipal para acompanhar a entrega de honraria aos profissionais e empresas que mais se destacaram no ano de 2017, segundo pesquisa popular. Autoridades civis e militares prestigiaram o evento, como: o presidente da Câmara Francisco de Sales, vereador Jorge, Cabo Cassimiro, Edmilson e Marcos, Secretários Municipais, Sérgio Coelho, Conselheiro Tutelar, ainda os empresários, Chico do Ouro, Bruno Motos, Moacir Confecções, Marcelo do Bar, entre outros.

A LUTA DOS PARTIDOS 

Resultado de imagem para briga partidosOs partidos terão de obter, nas eleições para deputado federal, pelo menos 1,5% dos votos válidos, distribuídos em, no mínimo, um terço das unidades da federação, com ao menos 1% dos votos válidos em cada uma delas; ou ter eleito pelo menos 9 deputados, distribuídos em, no mínimo, um terço das unidades da federação. Dessa forma algumas siglas vão sair do cenário a partir de 2018. Só os grandes e intermediários deverão ficar.

ENGOLINDO ATRAVESSADO

Resultado de imagem para ZE PATRIOTAO prefeito Zé Coimbra (PSB) é mais do que sabedor da insatisfação implícita e guardada a sete chaves por parte dos seus pseudos aliados. Tem gente no governo de Coimbra mansinho, mansinho, engolindo atravessado, se lambendo pra dar o bote… O serviço de informação do danado é eficiente e bom virado na molesta. E bota bom nisso viu! Basta o caba bater a matraca e dizer que Zé é desprovido de beleza para em questão de segundos o dito cujo ficar sabendo. Tem nego na Frente Popular torcendo que o governador Paulo Câmara, possível candidato a reeleição sofra uma derrota esmagadora nas urnas em 2018.  Se a oposição vencer, tem gente que vai sair do governo num piscar de olhos, não vai nem aguardar a posse do governador eleito. Nos bastidores, as insatisfações se alastram de forma tácita e Zé não está nem aí. Acredita-se que o socialista só vai mesmo acordar, se o projeto de recondução do cargo (reeleição) de Paulo Câmara for de água abaixo…

JANELA PARTIDÁRIA

Resultado de imagem para janela partidariaDurante análise na Câmara, os deputados retiraram do texto um trecho que acabava com a janela partidária seis meses antes da eleição. Com isso, ficam mantidas as regras atuais em que os detentores de mandato podem mudar de sigla no mês de março do ano eleitoral sem serem punidos com perda do mandato.