Custódia: Vereadores cobram solução para matadouro interditado

Em sessão ordinária realizada nesta terça-feira (06), os vereadores Gilberto de Belchior (PSD) e Joãzito Moura (PTB) abordaram a interdição do Matadouro Público Municipal de Custódia, com críticas e questionamentos.

Interditado devido a pendências na estrutura, por não oferecer segurança aos funcionários que lá trabalham, além de pendências de licenciamento e termos de responsabilidade técnica, os parlamentares afirmam na tribuna da Casa, que o fato levou os marchantes realizarem o abate na cidade de Afogados da Ingazeira.

Segundo o vereador Joãzito, o viagem encarece a taxa de abate e os marchantes ainda correm o risco de ter prejuízos no transporte, já que o carro não é refrigerado, podendo levar a carne a estragar. “Até quando essa situação irá se manter?”, indagou o vereador.

Compartilhe:
Follow by Email
Facebook
Facebook
Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *