Lula empurra o PT estadual para os braços do governador

Resultado de imagem para lulaJá se sabe de onde parte a pressão sobre o PT pernambucano para que se reaproxime do PSB nas eleições do próximo ano: do ex-presidente Lula. A confirmação é do senador Humberto Costa, que a pedido do ex-presidente deve se candidatar à reeleição. Como não tem vocação para “candidato olímpico” e exclui entendimento com o PTB que deve lançar o senador Armando Monteiro como seu candidato a governador, não resta outra alternativa a Humberto Costa senão buscar uma aliança com o PSB.

Este eventual entendimento seria bom para os dois lados. Bom para Paulo Câmara que teria o apoio de Lula à sua reeleição. E bom também para o petista que disputaria um novo mandato apoiado pela Frente Popular. O ex-presidente tem em média 50% das intenções de voto dos pernambucanos para retornar ao governo em 2019 e isto não é de se jogar fora.

É um apoio que todo político estadual gostaria de ter, a exceção talvez de Jarbas Vasconcelos, que não veta o PT nesta aliança. Mas por tudo que disse do partido em passado recente ficará numa “saia justa” se eventualmente concorrer ao Senado ao lado de um petista.