MULTIDÃO OCUPA AS RUAS DE PORTO ALEGRE

Quase 100 mil pessoas se espalham pelas ruas de Porto Alegre, com pessoas de todas as regiões do Brasil vestindo preferencialmente vermelho e promovendo um dos maiores atos da história do Brasil,  em solidariedade ao petista Luiz Inácio Lula da Silva.

O ex-presidente da República já está sendo julgado pelo TRF-4 que pode confirmar ou não a sentença do juiz Sérgio Moro.

Na primeira instância, Lula foi condenado a nove anos e seis meses de prisão, acusado de ter recebido um apartamento da empresa OAS.

Jornalistas e juristas de renome do país dizem que a sentença é frágil e acusam o magistrado de Curitiba de condenar sem as provas legais, levado por convicções, indícios a partir de delações e motivações partidárias-ideológicas.

O julgamento em Porto Alegre está sendo acompanhado por mais de 300 jornalistas, 50 deles do exteror.

Além dos profissionais de imprensa, personalidades nacionais e brasileiras se fazem presentes na capital gaúcha, além das cerca de 80 mil pessoas nas ruas,  que já tiveram oportunidade de ouvir um pronunciamento de Lula hoje cedo.

“Só vou parar de lutar quando morrer”, disse o ex-presidente.

No Recife manifestantes colocaram uma cruz na frente da Câmara Municipal com uma foto de Lula e a inscrição: “Bem-aventurado aquele que sofre perseguição”.

O protesto usando a frase bíblica foi criticado em sites conservadores e também por setores da Igreja Católica.