Get Adobe Flash player

Para visualizar este conteúdo corretamente, é necessário ter o Flash Player instalado.

Ciro Gomes desafia Sérgio Moro a prendê-lo

IMG_8680

No dia em que Sérgio Moro expediu mandado de condução coercitiva ao blogueiro Eduardo Guimarães, Ciro Gomes, provável candidato à presidência em 2018, não se segurou: “Hoje esse Moro resolveu prender um blogueiro, ele que mande me prender. Eu recebo a turma dele na bala”, disse Gomes, em vídeo que circula nos WhatsApps dos advogados.

Padre de Caruaru critica governador Paulo Câmara

Na terça-feira,  dia 21, bandidos invadiram uma residência no Sítio Lagoa do Paulista, na zona rural de Caruaru, para roubar os pertences dos moradores da casa. Na ação os marginais assassinaram a dona da casa, Joselma Pereira da Silva,  de 52 anos e sua filha, Maria Madalena Pereira da Silva, de 24 anos.

Ficaram feridos,  nesse assalto,  Geraldo José da Silva de 61 anos, e o outro filho do casal, Geraldo da Silva Filho, de 23 anos. O crime brutal repercutiu em todo Estado, deixando as pessoas mais assustada ainda com a crescente violência, o que fez várias autoridades se manifestarem a respeito do triplo homicídio.

Uma dessas pessoas que se posicionou foi o padre Ademilton Francisco (foto), da Paróquia de São Francisco de Assis, na Terra de Vitalino.

O religioso expressou o seguinte:

Depois de três anos morando em Belo Horizonte – MG – voltei para Caruaru há pouco mais de um mês. Fiquei profundamente chocado com o “clima de medo” que se instaurou em nosso Estado de Pernambuco, por causa da violência. As pessoas estão privadas de sua condição de “cidadãos e cidadãs livres” e lhes está sendo tirada a “santa liberdade de filhos (as) de Deus…” 

Lamentável tudo isso.

Dias semanas atrás, o senhor governador do Estadp, Paulo Câmara, fez um pronunciamento no qual dizia que os números da violência, divulgados pela imprensa, não correspondiam à realidade e que havia um exagero da parte da referida imprensa (NÃO TIVE ACESSO AO TEXTO E À FONTE DE PUBLICAÇÃO).

Senhor governador: Vossa Excelência nunca sentirá na pele a realidade da violência. Ela será sempre FICTÍCIA PARA O SENHOR, que vive cercado por um aparato de seguranças particulares. Sua casa estará sempre bem vigiada e “protegida”… O ESTADO lhe garante isso.

Para o nosso povo, ao contrário, a violência é REAL e NÃO FICTÍCIA, IRREAL ou UM EXAGERO DA IMPRENSA… A violência é real, concreta, dolorida e destruidora de vidas, sonhos e famílias.

Dói profundamente em meu CORAÇÃO DE PADRE e PASTOR da Paróquia de São Francisco de Assis, em Caruaru, pois o SÍTIO LAGOA DO PAULISTA, onde aconteceu a tragédia pertence à referida paróquia. No domingo passado foi a festa do padroeiro da comunidade: São José. ESTA FAMÍLIA ESTAVA PRESENTE e CELEBRANDO A FÉ EM COMUNIDADE… Hoje, é dizimada pela violência que o senhor diz QUE OS NÚMEROS NÃO CORRESPONDEM À REALIDADE. É, verdade, para a estrutura de segurança que o estado lhe proporciona, estes números nunca corresponderão à realidade. O senhor está correto… PARA AS NOSSASFamílias E O POVO que LHE ELEGEU, os números são bem REAIS…

Honda lança em Natal seu mais novo modelo SUV

IMG_8616Tem novidade no mercado automobilístico. Foi apresentado aos potiguares, nesta sexta-feira (24), pela Motoeste Honda Automóveis, localizada na Av. Prudente de Morais, o novo Honda WR-V. Com comercialização prevista pós- lançamento, o modelo entra no portfólio da marca japonesa carregando o pioneirismo. Trata-se do primeiro veículo desenvolvido pela Honda Brasil com o lema, “A vida por outro ângulo”.

Durante o lançamento, imprensa, clientes e convidados puderam conhecer o WR-V, antes mesmo do início das suas vendas. O evento bastante concorrido foi considerado um sucesso. O lançamento simultâneo em todo o país, também levou a novidade para Mossoró, onde a Motoeste Honda tem filial.

Cientistas descobrem que cafeína protege o cérebro contra demência Em ratos, a cafeína evita o acúmulo d

cafe hojeA demência é uma complicação capaz de prejudicar consideravelmente a qualidade de vida de idosos. No planeta, cerca de 46 milhões de pessoas são acometidas por ela. Um universo de pacientes que motiva cientistas a encontrar soluções para o problema.

Em testes com ratos, um grupo dos Estados Unidos identificou a cafeína como substância promissora. A investigação, apresentada nesta semana na revista Scientific Reports, ainda é inicial, mas surge como uma esperança para a criação de medicamentos que possam proteger o cérebro de danos cognitivos.

Com crise econômica, brasileiro volta ao celular básico

IMG_8651Em tempos de crise, o mercado brasileiro de celulares deu um passo atrás: a venda de celulares básicos, sem acesso à internet, cresceu 18,5% no ano de 2016, na comparação com o ano anterior, segundo dados da consultoria IDC Brasil. Ao todo, 4,9 milhões de aparelhos do tipo foram vendidos no País durante o ano passado.

Roberto Cabrini passa uma noite como detento em Alcaçuz

cabrini-conexao-reporter-1-990x557

O jornalista Roberto Cabrini passou uma noite em uma das celas do pavilhão quatro da penitenciária Alcaçuz, no Rio Grande do Norte. O apresentador do ‘Conexão Repórter’ viveu a experiência para reportar no documentário ‘A longa noite no inferno de Alcaçuz’ os segredos do presídio onde ocorreu o massacre de janeiro, que matou 26 pessoas. Cabrini é o primeiro jornalista ter acesso ao espaço onde ficam os detentos.

O documentário gravado por Cabrini vai ao ar neste domingo, 26. Para gravar o material, o jornalista passou uma semana investigando a situação do presídio e registrando os bastidores da guerra entre as facções. O apresentador entrevistou líderes das organizações criminosas, presos, mulheres que perderam maridos e filhos decapitados e o secretário de Justiça e Cidadania do Rio Grande do Norte, Wallber Virgolino.

cabrini-conexao-reporter-2-768x432

‘A longa noite no inferno de Alcaçuz’ revela ainda corredores sombrios, túneis cavados e esconderijos onde se ocultavam armas de fogo e valas onde ficavam homens executados. O ‘Conexão Repórter’ vai ao ar aos domingos, logo após o ‘Programa Silvio Santos’.

PTB anuncia apoio à pré-candidatura de Alckmin

Único pré-candidato ao Palácio do Planalto da base governista que já está se movimentando abertamente para 2018, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) recebeu o reforço do PTB em seu “palanque”. A sigla confirmou que apoiará o projeto político do tucano.

Falhas em mutações dão origem ao câncer, diz pesquisa

Cristian TomasettiDuas de cada três mutações genéticas responsáveis pelo câncer resultam de erros aleatórios que ocorrem no momento em que as células se dividem, um processo essencial para a regeneração do organismo, segundo um estudo americano publicado na quinta-feira (23), na edição semanal da revista especializada Science. Não são resultado de uma vida pouco saudável ou de genes defeituosos legados por pais e avós, mas de pura falta de sorte.

A conclusão pode parecer fatalista, mas foi formulada a partir de dados sólidos sobre a incidência de 32 tipos de câncer, assim como uma amostra da população e dados epidemiológicos mais amplos, provenientes de 69 países e que representam 4,8 bilhões de pessoas.

Os tumores

O fator sorte também varia segundo os tipos de tumores, determinou o estudo. Assim, 77% dos casos de câncer de pâncreas são resultado de erros aleatórios do DNA na divisão celular, enquanto 18% se devem a outros fatores, como o tabaco ou o álcool, e 5% à hereditariedade. Já no caso dos cânceres de próstata, de cérebro e de osso, 95% seriam resultado da má sorte na divisão celular.

Em relação ao câncer de pulmão, 65% dos casos são desencadeados pelo fumo e 35% por erros na replicação do DNA. “Está amplamente comprovado que evitar certos fatores como o tabaco ou a obesidade reduz o risco de câncer”, aponta Cristian Tomasetti, professor adjunto de bioestatística do Centro do Câncer da Universidade Johns Hopkins e um dos autores da pesquisa. “Mas cada vez que uma célula normal se divide e replica seu DNA para produzir duas novas células, comete vários erros, um aspecto ignorado cientificamente durante muito tempo”, explicou.

No total, “66% das mutações cancerosas resultam de erros quando as células se dividem, enquanto 29% se devem a fatores ambientais e ao estilo de vida, e 5% à hereditariedade”, especificou o médico Bert Vogelstein, codiretor do estudo.

teste