Pastor é processado por “injúria e difamação” após pregar contra “Bíblia gay”

O pastor Abílio Santana é bastante conhecido no país, especialmente no meio pentecostal, por conta de suas ministrações e também pelas declarações polêmicas. Por causa de um vídeo publicado por ele nas redes sociais em março deste ano, o líder religioso irá responder uma ação judicial por injuria e difamação.

Os autores do processo, aberto na 5ª Vara Criminal do Estado da Bahia são os militantes LGBT Jefferson Raphael Caetano Lira e José Marvel Queiroz de Sousa. Eles ingressaram com uma queixa-crime contra Santana após o pastor ter criticado a publicação da Bíblia Graça Sobre Graça, comentada por Marvel, que se apresenta como pastor e teólogo.