Saúde e educação perdem R$ 472 milhões para campanhas

O fundo eleitoral aprovado pelo Congresso para financiar campanhas eleitorais retirou R$472,3 milhões originalmente destinados pelos parlamentares para educação e saúde. Os congressistas haviam prometido poupar ambas as áreas.

De acordo com o jornal O Estado de S.Paulo, o fundo receberá R$121,8 milhões remanejados da educação e R$350,5 milhões da saúde. O valor vem da transferência de dinheiro das emendas – que seria destinado a esses setores.